Whatsapp PR

Whatsapp SC

Trabalhar no Canadá: convite, imigração e estudo

07/02/18 | Sem categoria

Visto de trabalho no Canadá

Para conseguir isso, uma empresa canadense terá que solicitar o visto para você trabalhar lá. Há como trabalhar no Canadá se você for funcionário de uma empresa multinacional que tenha filial no Canadá (ou uma empresa canadense com negócios no Brasil) e ela pedir o visto de trabalho porque quer que você trabalhe lá, em outras palavras: vai transferir você para o Canadá.
Neste caso, as vantagens são enormes: você terá todos os benefícios profissionais, como seguro saúde, descontos em cursos no país, poderá matricular seus filhos em escolas públicas, abrir conta em bancos e outras.

 

Trabalhar no Canadá com permissão

 

Há algum tempo atrás até estudantes de intercâmbio de idiomas podiam pedir permissão de trabalho no Canadá. Isso não acontece mais desta forma, é preciso estar matriculado em um curso universitário ou em uma pós-graduação que permita que você trabalhe no Canadá depois de pedir a devida permissão de trabalho. É o chamado Post-Graduation Work Permit(PGWPP), que significa permissão de trabalho após a graduação.

 

O PGWPP dá direito aos alunos que se formaram em uma instituição universitária do Canadá a fazer parte do mercado de trabalho canadense. E mais, ela ajuda graduados em universidades desse país a se qualificar para residência permanente no Canadá através do processo chamado de Express Entry. A autorização de trabalho não poderá ter mais que 3 anos após o final do curso. Em alguns casos também será permitido trabalhar fora do campus da faculdade enquanto faz o curso, mas somente se os horários não conflitarem com suas aulas.

 

Para entrar em uma escola superior no Canadá você terá que fazer diversos testes e passar por diversas provas, entre outras providências, você terá que:

 

  • Ter inglês fluente e poder comprovar isso.
  • Evidentemente estar com seu passaporte em ordem.
  • Fazer testes de proficiência em inglês, como IELTS ou TOEFL.
  • Fazer outros testes específicos da área de ensino da faculdade.
  • Enviar comprovantes e diplomas devidamente traduzidos.
  • Cartas de recomendação de professores.
  • Em alguns casos, entrevista pessoal.